Fé ou suborno.

Páscoa! Acabamos de comemorar um evento muito especial, este evento para alguns é lembrado pelo diade páscoa um tempo de festa, para outros verdadeiramente representa a ressurreição de Cristo e o aprofundamento na palavra de Deus, uma oportunidade de libertação e mudança de vida.

Vamos ver três táticas do inimigo de Cristo, desde aquela época a até os dias de hoje.

Manter o evangelho oculto. Os Governantes reuniram se para discutir, como faremos para parar o evangelho? Insinuaram ser uma farsa e uma grande preocupação era manter Jesus trancado por que sabiam que junto a Cristo estava a liberdade de toda a humanidade. Mateus 27.62 a 66 “No dia seguinte, que é o dia depois da preparação, reuniram-se os principais sacerdotes e os fariseus e, dirigindo-se a Pilatos, disseram-lhe: Senhor, lembramo-nos de que aquele embusteiro, enquanto vivia, disse: Depois de três dias ressuscitarei. Ordena, pois, que o sepulcro seja guardado com segurança até ao terceiro dia, para não suceder que, vindo os discípulos, o roubem e depois digam ao povo: Ressuscitou dos mortos; e será o último embuste pior que o primeiro. Disse-lhes Pilatos: Aí tendes uma escolta; ide e guardai o sepulcro como bem vos parecer. Indo eles, montaram guarda ao sepulcro, selando a pedra e deixando ali a escolta”. Porque tanta preocupação com a ressurreição de Jesus? Uma grande guerra invisível, que só quem escolhe a fé consegue ver, os fariseus tiveram uma oportunidade de escolher a fé mas, deram lugar a incredulidade.

Tomaram todos os cuidados necessários para esconder o verdadeiro significado da ressurreição. Mateus 28. 1 a 8. “No findar do sábado, ao entrar o primeiro dia da semana, Maria Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. E eis que houve um grande terremoto; porque um anjo do Senhor desceu do céu, chegou-se, removeu a pedra e assentou-se sobre ela. O seu aspecto era como um relâmpago, e a sua veste, alva como a neve. E os guardas tremeram espavoridos e ficaram como se estivessem mortos. Mas o anjo, dirigindo-se às mulheres, disse: Não temais; porque sei que buscais Jesus, que foi crucificado. Ele não está aqui; ressuscitou, como tinha dito. Vinde ver onde ele jazia. Ide, pois, depressa e dizei aos seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos e vai adiante de vós para a Galiléia; ali o vereis. É como vos digo! E, retirando-se elas apressadamente do sepulcro, tomadas de medo e grande alegria, correram a anunciá-lo aos discípulos”.

Negociaram a verdade por uma mentira em troca de benefícios financeiros, escolheram o suborno. Mateus 28: 11- 15 “E, indo elas, eis que alguns da guarda foram à cidade e contaram aos principais sacerdotes tudo o que sucedera. Reunindo-se eles em conselho com os anciãos, deram grande soma de dinheiro aos soldados, recomendando-lhes que dissessem: Vieram de noite os discípulos dele e o roubaram enquanto dormíamos. Caso isto chegue ao conhecimento do governador, nós o persuadiremos e vos poremos em segurança. Eles, recebendo o dinheiro, fizeram como estavam instruídos”.

Esta versão divulgou-se entre os judeus até ao dia de hoje. Hoje muitos negam a fé, tem medo de ser prejudicados no trabalho outros para agradar pessoas enfim até hoje muitos continuam sendo subornados pelas coisas do mundo, ignorando as boas noticias do evangelho de Cristo.

Conclusão

Evangelho no grego significa, boas notícias. E a boa notícia que tenho para você hoje é que Jesus ressuscitou, nem os soldados, nem a pedra e nem toda a armadilha foram suficientes para mantê-lo preso, Ele, já não está mais no tumulo e hoje Deus está te chamando a não fazer como fizeram os fariseus, não negocie esta verdade, de credito a fé, se tornando um defensor do evangelho, um discípulo anunciador da única verdade que tem o poder de mudar o mundo, mas que há uma grande guerra invisível para que a mesma continue sendo escondida de toda humanidade. Prepare-se para ser um discípulo anunciador e um defensor do evangelho de Cristo. Amém.

Ap. Edison e Izadete Meneghetti

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here